Estou numa época de aprendizado e não espero abandonar essa fase tão cedo.

Como venho pesquisando muito sobre Front End e tentando me envolver mais com projetos open-source e, até mesmo, buscando novidades assim que o grupo de estudos da W3C define ou faz release de algum rascunho novo, resolvi fazer um post para ajudar quem também está querendo estudar e se envolver na comunidade de desenvolvimento.

1) O básico

Inglês. Se você quer ficar por dentro de tudo que está acontecendo neste momento, é imprescindível que, antes de mais nada, você tenha ao menos uma boa leitura. Os estudos e redações dos principais documentos são feitos por pessoas do mundo inteiro: India, Brasil, Reino Unido, Holanda, Bélgica, Estados Unidos etc.

Para os que não possuem um inglês tão afiado, ferramentas online de tradução podem ajudar bastante na hora de tirar uma dúvida. Quando necessário, faço uso do Google Translator.

Uma outra boa explicação é que, todos os códigos escritos no Front End são em inglês. HEAD, HEADER, BODY, SECTION, LI (list item), UL (unordered list), WIDTH, WEIGHT, POSITION, entre outras. Facilita (e muito) a compreensão de cada um dos itens acima quando se entende o que eles querem dizer.

### 2) Por onde começar?

Assumindo que você já tem um inglês bom o suficiente para ler documentações. Acredito que hoje, o melhor material de referência pra quem está começando seja o projeto “Move The Web Forward”, que lista fontes e recursos.

Se você gosta de ler livros e quer focar em JavaScript, ainda recomendo primeiramente o livro “Eloquent JavaScript”, do autor Marijn Haverbeke. No link, você pode ler o livro online ou baixar o mesmo, compactado.

Depois desse, recomendo “JavaScript: The Good Parts”, do autor e famoso “Douglas Crockford”. Este livro pode ser encontrado em português.

Relacionado a performance de páginas, recomendo a leitura do livro “High Performance Websites”, do autor “Steve Souders”. Autoridade nessa área, foi um dos criadores do Y!Slow (ferramenta de medição de performance de websites) enquanto trabalhava no Yahoo!, e atualmente, trabalha como “Web Performance Engineer” no Google.

3) Se envolvendo em projetos open-source

Para começar  a se envolver em projetos open-source, uma coisa é imprescindível hoje: saber utilizar git e uma conta no github.

Para entender os fundamentos básicos, Roger Dudler fez um tutorial bem legal e educativo sobre o Git. Vale a pena.

Se ainda tiver alguma dúvida, não hesite em perguntar nos comentários. Ficarei feliz em ajudar :)